terça-feira, 24 de abril de 2018

Guamaré na campanha pela Infância e Adolescência – FIA




Guamaré está entre os 30 municípios do Rio Grande do Norte habilitado para os contribuintes da Declaração do imposto de Renda destinar até 3% do valor pago ao Fundo da Infância e Adolescência- FIA.


O QUE É O FIA?
O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA de Guamaré/RN, vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS tem entre suas competências a gestão do Fundo Municipal da Infância e Adolescência – FIA, aprovando seus planos de aplicação. Ele funciona como um suporte ao Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, e permite a arrecadação de recursos destinados ao desenvolvimento de programas e serviços de atendimento, promoção, proteção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes. Os recursos que compõe este Fundo provêm de doações feitas por pessoas físicas ou jurídicas, dedutíveis do Imposto de Renda.



COMO POSSO DOAR?
A doação acontece de maneira simples, fácil e segura:





Guamaré encerra o ciclo de Conferências Livres 2018



Guamaré realizou na noite do ultimo dia 19/04, a segunda e última Conferência Livre do município, no Clube Municipal Vicente de Brito Miranda. A conselheira Geovânia Marinho, representante da Secretaria Municipal de Educação no CMDCA, fez uma breve fala de abertura agradecendo a presença de todos, destacando aquele momento propício para debate e diferentes opiniões. Ela destacou também que o processo democrático das Conferências Livres culminaria na III Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, prevista para acontecer em novembro deste ano.



Em seguida, o coordenador da Comissão Organizadora, Caio Farias, apresentou os adolescentes do NUCA para exibição teatral que também aconteceu em Baixa do Meio, trazendo temas como maus tratos contra crianças e violência e discriminação contra adolescentes pela orientação sexual. Mais uma vez, o espetáculo escrito e dirigido pela professora Gabriela Barbosa, do Programa Acolher, manteve o público atento a temas espinhosos e pouco debatidos com os jovens. No encerramento da peça, o Mobilizador de Jovens do Selo UNICEF, Jean Carlos, que fez as vezes do adolescente Deivid Souza numa das apresentações, pediu a todos um minuto de silêncio pelo falecimento do avô de seu amigo, que não pôde estar presente.



Os grupos se envolveram nas discussões do tema conferencial: Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento à violência, coordenados pelas facilitadoras Renata Leão, Nádia Raphaela e Ana Catarina França. Finalizadas as discussões, os adolescentes se organizaram para apresentar as propostas levantadas, e depois foram até a frente do palco para concorrer a escolha de delegados da III Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Guamaré.






Eles expuseram seus motivos para representarem o segmento na Conferência, como combate ao racismo, muito presente nas escolas e ainda motivo de bullying, o enfrentamento à violência sexual e maus tratos contra crianças e adolescentes, e o respeito à diversidade sexual e religiosa. Todos foram muito bem articulados, mas 12 adolescentes foram eleitos, representantes de diferentes grupos, entidades e escolas de Guamaré.










O pequeno Mickael disse que achou muito boa a experiência, que aprendeu coisas novas e agora entende seus direitos quanto à Proteção Integral. O jovem Mário compartilhou da experiência do amigo, e disse que pôde falar sobre coisas que considera erradas e sem sentido, e que devem melhorar. Também entendeu que deve procurar o Conselho Tutelar para fazer denúncias, porque o papel deles é defender os direitos das crianças e adolescentes.

Mais uma vez esses momentos de diálogo com a sociedade, principalmente com os adolescentes, se mostraram ricos e cheio de ideias e propostas interessantes. Deu para perceber pela fala dos jovens que a consciência democrática já faz parte do seu dia-a-dia, o que mostra o resultado de uma gestão comprometida em formar cidadãos de excelência para atuar na sociedade. ¨Se depender de seus jovens, Guamaré terá um futuro brilhante à frente¨.











Secretaria de Educação promove “Projeto Leitura na Praça” com alunos da Educação Infantil de Guamaré


“A leitura é uma porta aberta para um mundo de descobertas sem fim” Sandro Costa.
A Prefeitura Municipal de Guamaré, através da Secretaria de Educação, promoveu na tarde de sexta-feira (20/04), o Projeto Leitura na Praça. O evento aconteceu na quadra nova da Escola Municipal Professora Maria Madalena da Silva, na comunidade de Baixa do Meio, e contou com a participação de alunos da Rede Pública de Ensino Infantil do distrito, Pais e/ou Responsáveis, Professores, Coordenadores Pedagógicos, Diretores, envolvendo todo Corpo Escolar Docente.



A realização do Projeto teve como objetivo proporcionar ao público infantil, o incentivo para a prática do hábito da leitura e de ouvir histórias que proporcionem envolvimento e prazer, bem como, desperte a imaginação. A atividade propiciou a leitura de forma lúdica e promoveu apresentações culturais envolvendo vários personagens infantis que encantou os alunos.





O projeto leitura na praça é uma ação sociocultural pensado e idealizado para todas as instituições de Educação Infantil, família e comunidade, com intuito de desenvolver a cultura letrada e de ampliar as condições sociais de exercício da cidadania, proporcionando aos alunos o despertar para a leitura, onde se faz necessário uma conscientização para aprender e reconhecer que é por meio da leitura que se aprende a linguagem oral e a linguagem escrita.

CMDCA Realiza Conferência Livre dos Direitos da Criança e do Adolescente em Baixa do Meio




O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, através da Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS, realizou no ultimo dia 17/04, a primeira Conferência Livre referente ao tema determinado pelo CONANDA, em resolução de novembro do ano passado: Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento à violência.

O primeiro momento da noite foi a apresentação teatral realizada pelos adolescentes do NUCA, sob direção da professora Gabriela Barbosa, responsável pela oficina de teatro do Programa Acolher da SEMAS. A peça teve um caráter reflexivo sobre violência, negação de direitos e discriminação sofrida por crianças e adolescentes, e como a proteção integral, materializada pela chamada Rede de Proteção – conjunto de programas, serviços e instituições públicas ou privadas que garantem os direitos deste segmento – podem mudar algumas realidades.




Após a apresentação, o coordenador da Comissão Organizadora, Caio Farias, separou em três grupos o público presente para o debate sobre o tema do encontro. As discussões foram coordenadas pelas técnicas Nádia Raphaela, psicóloga do CRAS Baixa do Meio, responsável pelo tema da Diversidade, Ana Catarina França, psicóloga do CRAS Guamaré, que falou sobre tema do Enfrentamento à violência, e Renata Leão, assistente social da Secretaria Municipal de Educação, responsável pelo grupo da Proteção Integral.




A Comissão Organizadora também contou com apoio do psicólogo da Secretaria Municipal de Saúde, Renan Jales, da equipe do Programa Acolher, coordenada pela pedagoga Raniele Oliveira, da Secretária Executiva do CMDCA, Kelly Pereira, e da conselheira Samara Gadelha. O NUCA também esteve envolvido no planejamento e execução das atividades, representados pelos adolescentes Deivid Souza e Rannia Lorena, e o Mobilizador de Jovens do Selo UNICEF, Jean Carlos. Toda comissão foi dividida em subcomissões responsáveis diretamente pela infraestrutura, planejamento, mobilização e relatoria, além do apoio e participação de outros técnicos da SEMAS.



Finalizadas as discussões, cada grupo apresentou propostas que iam desde o enfrentamento à violência nas escolas, até maior envolvimento dos pais e responsáveis na rotina escolar dos alunos, e a ampliação do debate sobre diversidade nas diversas instituições do município. Por fim, foram eleitos os adolescentes representantes de Baixa do Meio como delegados para III Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, prevista para acontecer em novembro deste ano.