quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude promoverá Ciclo de palestras SuperAção.


As inscrições para o Ciclo de palestras SuperAção se encerram hoje dia 01 de agosto, o objetivo é desenvolver o esporte, seguro inclusivo e participativo, a inscrição é gratuita e vai até as 17:00hs.
Maiores informações: secesportepmg@gmail.com


terça-feira, 31 de julho de 2018

Conselho de Direitos da Criança e Adolescente de Guamaré elege diretoria para – Biênio 2018-2020


Aconteceu na 62ª Reunião Ordinária do CMDCA no mês de Junho do corrente ano, a escolha dos novos presidente e vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O CMDCA, conselho vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social, com representação paritária, governo e sociedade civil responsável pelo controle social das políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes.
 Como ocorre a cada biênio, a presidência alterna entre os representantes do Governo e da Sociedade Civil. Lucila Tibúrcio, representante titular da Pastoral da Criança de Guamaré, está agora à frente dos trabalhos do Conselho como Presidente, e Gabriela Beserra, representante titular da Secretaria Municipal de Saúde, está no cargo da vice-presidência.
Lucila Tibúrcio (centro) tomando posse como Conselheira no dia 20 de junho

Ao assumir o cargo diretivo, Lucila classificou o CMDCA como o Conselho mais dinâmico de Guamaré, com diversas atribuições e uma grande agenda de trabalho. Em sua fala, se diz honrada pelo novo desafio, esperando contar com o apoio dos demais Conselheiros. A Secretária Marisa Rodrigues, Presidente no último biênio e ainda representante da pasta de Assistência Social, disse que o CMDCA sempre terá apoio da gestão para executar magistralmente seu trabalho e que o conselho será conduzido por duas ilustres conselheiras com experiências na área do controle social.
O CMDCA, ainda esse ano terá importantes pautas para deliberar, como no ano de 2019 estará coordenando a Eleição dos novos membros do Conselho Tutelar.
Gabriela Beserra (direita), representante titular da Secretaria Municipal de Saúde no CMDCA e atual vice-presidente.

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Guamaré promove entrega de certificação do Serviço de Família Acolhedora na Comarca de Macau


Aconteceu na manhã desta uma terça-feira, (24/07), em ato realizado no Salão do Tribunal do Júri – Fórum Municipal Dr. Emídio Avelino em Macau, a solenidade de apresentação do Projeto Abrace Vidas – Família Acolhedora e a Certificação das famílias cadastradas do município de Guamaré.



A iniciativa da Prefeitura Municipal de Guamaré, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, modalidade de acolhimento Familiar que faz parte dos serviços de proteção social especial de alta complexidade integrante do Sistema Único de Assistência Social – SUAS.



O serviço em Família Acolhedora organiza o acolhimento de crianças e adolescentes, afastados da família através de medida protetiva ( ECA, Art.101), apresenta-se como uma alternativa mais humanizada para resguardar crianças e adolescente afastados temporariamente do convívio familiar.



Na abertura da solenidade a Dra Cristiany Maria de Vasconcelos Batista, Juíza de Direito da Comarca de Macau, ressaltou a importância deste serviço da Família Acolhedora para a Comarca, como forma de evitar a institucionalização, como também destacou o empenho da equipe da assistência social de Guamaré para efetivar os serviços com compromisso e de forma eficiente.



Dra. Sandra Angélica Pereira Santiago, Promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Infância, Juventude e Família (CAOPIJF), fez uma breve apresentação acerca da Campanha Abrace Vidas que visa fomentar junto aos municípios do RN a implantação do Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora. Ressaltou que durante todo o processo o município de Guamaré realizou todas as etapas para implantação deste serviço, frisando “Guamaré tem sido um Município exitoso em está implantado de fato o serviço”, parabenizando assim, a gestão municipal pela adesão vislumbrando as vantagens em ter este serviço no Município.  Parabenizou também, a equipe técnica pelo empenho e esforço durante todo o processo de implantação, dando ênfase em ser uma equipe de excelência  e ainda às famílias cadastradas por este gesto.



A secretária de Assistência Social Marisa Rodrigues, expôs  a trajetória de implantação do serviço da Família Acolhedora em Guamaré, apresentando todas as etapas percorridas até chegar  a formalização do serviço à comarca de Macau. Acrescentou que a gestão tem procurado ofertar o melhor a este segmento que encontra-se desassistido, sendo, portanto prioridade ao atendimento a essas demandas.
Em sua fala, a secretaria Marisa faz um destaque especial a Dra. Gerliana Maria Silva Araújo Rocha, Promotora de Justiça, na época coordenadora do CAOPIJF pelo grande incentivo e apoio no início do processo de adesão.
A secretária Marisa externou ainda em sua fala que tem muito orgulho em “Guamaré está entre os três Municípios que implantaram este serviço no Estado do Rio Grande do Norte”, destacando “que por mais que” o acolhimento institucional oferte serviço de qualidade, o melhor para as crianças é está no seio de uma família e sua na convivência.

Na ocasião, o vereador e membro da frente parlamentar da criança e do adolescente, Ednor de Albuquerque parabenizou a  gestão pela iniciativa da adesão a este serviço, frisando a relevância  para o Município e o compromisso da frente parlamentar.
Em sua fala, o Prefeito Hélio Willamy, destacou a importância deste momento para Guamaré, reiterando o compromisso da gestão de contribuir para um futuro melhor para as crianças e adolescentes do seu Município, sempre fazendo o melhor para este segmento. Destacou em sua fala, a necessidade de cada gestor cumprir com seu compromisso, procurando ofertar o melhor na esperança de que sucessores venham a dar continuidade a este trabalho que está garantido em lei.
Finalizando o momento, foi realizado a certificação das três famílias capacitadas e cadastradas aptas em Família acolhedora, Suerda Maria Gomes da Silva, Maria Edileuza de Oliveira Cândido e Lucineide Victor dos Santos.








quarta-feira, 11 de julho de 2018

Projeto “Livro na Mão, Bola no Pé” continua formando craques bom de bola em Guamaré.



A Prefeitura Municipal de Guamaré, através da Secretaria de Esporte, lazer e juventude, continua formando campeões, realizando durante a semana jogos amistosos, entre os alunos do projeto “LIVRO NA MÃO, BOLA NO PÉ”, da sede, em Guamaré, e da zona rural, no distrito de Baixa do meio. Os amistosos tem a finalidade de fazer uma triagem dos alunos, entre as crianças e os adolescentes que compõe cada equipe para participar dos campeonatos no RN.
Os técnicos do projeto junto com profissionais da secretaria de saúde verificaram em cada atleta a pressão arterial, o IMC e o HGT, para que cada aluno esteja apto para a prática de atividade física, a avaliação está sendo realizada pré e pós a atividade física, assegurando assim, o bem-estar físico dos alunos que compõem o projeto que a cada dia cresce formando verdadeiros craques da bola.







quinta-feira, 5 de julho de 2018

Guamaré realiza oficina do selo UNICEF-edição 2017-2020


Aconteceu nesta quarta-feira (04), no Clube Municipal Vicente de Brito, a primeira Oficina Municipal do Selo UNICEF, para discutir a nova metodologia do Selo, Edição 2017-2020,  com participação dos gestores e corpo técnico das pastas de Assistência Social, Esporte e Lazer, Saúde e Educação, contando também com a presença dos membros da Comissão Intersetorial, do CMDCA e do Conselho Tutelar. Nas palavras da Articuladora Municipal, Marisa Rodrigues, a Oficina cumpre os objetivos de planejar, organizar e executar as orientações atribuídas aos municípios, consolidando, assim, o atendimento voltado à criança e ao adolescente.


Após apresentação da Agenda do dia, que tratou sobre os novos Indicadores da Linha de Base, os Resultados Sistêmicos e cada Ação de Validação a eles relacionada, bem como as peças orçamentárias das políticas citadas, a Articuladora discorreu sobre a importância da metodologia do Selo UNICEF na redução de desigualdades, na garantia de direitos para criança e o adolescente, e na priorização da agenda da infância e adolescência no município.


O Prefeito Hélio Willamy também esteve presente no evento, e corroborou a fala de Marisa ao reafirmar o compromisso de sua gestão com as políticas públicas municipais, enfatizando que a Articuladora sozinha não seria capaz de desenvolver estas ações sem o apoio dos demais Secretários, e que este trabalho conjunto já rendeu a Guamaré dois reconhecimentos internacionais do UNICEF relativos à realização da Semana do Bebê, bem como o Selo da Edição de 2013-2016. Esta Oficina, como destacou o Prefeito, é um exercício de democracia na discussão de novas propostas de atuação para o Executivo municipal.



Ocorreu ainda, uma Mesa Redonda mediada pela Articuladora, com técnicos representantes das Secretarias de Assistência Social, Esporte e Lazer, Educação e Saúde. Tal dinâmica foi  para avaliar as potencialidades e fragilidades das ações desenvolvidas pela gestão, revisando a atuação dos trabalhos pontuais e daqueles realizados em Rede.









Na parte da tarde, os técnicos, os representantes do Conselho Tutelar e do Conselho de Direito, se reuniram em quatro grupos distintos para discutir as dificuldades na execução das ações, como propostas e deliberações. Caio Farias, coordenador da Comissão Técnica do Selo UNICEF, apresentou a metodologia do 1º Fórum Comunitário, que deverá acontecer impreterivelmente até 31 de agosto.



Caio destacou que os Fóruns Comunitários são ferramentas de aprendizagem para população exercer o papel da cidadania. O 1º Fórum Comunitário deverá discutir os principais problemas do município, identificar as causas desses problemas, e apontar estratégias de enfrentamento. Também é importante que a comunidade possa conhecer os atores diretamente ligados às ações do Selo, como o Articulador Municipal, o Mobilizador de Jovens e os membros da Comissão Intersetorial pelos Direitos da Infância e Adolescência, afirmou Caio.


Gabriela Beserra, coordenadora da Atenção Básica de Saúde, destacou a importância da presença de todos e a participação dos profissionais da SMS, focando no cumprimento dos prazos, apesar das demandas impostas pelo dia-a-dia.


Roberto Aguiar, coordenador do Anos Finais da Educação, ressaltou que Guamaré sempre teve competência técnica, mas a prática do planejamento e do monitoramento foi adquirida através da metodologia do Selo UNICEF. Apesar das diversas atribuições da Educação, o Selo é um aprendizado que serve para nosso crescimento enquanto profissionais, destacou o coordenador.


Neide de Souza, gerente do SUAS da Secretaria de Assistência, disse que o Selo UNICEF veio para aprimorar o trabalho executado para atendimento de qualidade dos seus usuários.


Maryana Pryscilla, da Secretaria de Esportes, falou que a metodologia desperta novos aprendizados e novos desafio na equipe.




Marisa Rodrigues finalizou destacando o momento como enriquecedor no fortalecimento das políticas públicas municipais e do trabalho integrado e intersetorial, “dizendo levar consigo, dali em diante, um sentimento de maior responsabilidade e compromisso enquanto Secretária Municipal de Assistência Social e Articuladora do Selo UNICEF”.