segunda-feira, 21 de maio de 2018

Caminhada Marca o Dia de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes em Guamaré


Guamaré vivenciou um grande momento de cidadania na manhã da ultima sexta-feira, dia 18 de Maio, quando crianças, adolescentes e jovens saíram às ruas junto, secretaria de Assistência Social, Educação, escolas, CMDCA, Conselho Tutelar e Rede de Proteção, numa mobilização pelo 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.



A Secretária de Assistência Social, Marisa Rodrigues deu início a passeata que ocorreu as 8h30 com saída em frente ao CRAS do centro de Guamaré, finalizando com o Abraço simbólico na Praia Aratuá. A mesma ressaltou a importância de ações como a de hoje  “convocando a todos para não se calar diante de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes, denunciem aos órgãos competentes de nossa cidade, vamos caminhar para alertar a população que todos nós juntos governo, sociedade temos que proteger nossas crianças e adolescentes”, comentou a Secretária.





Com faixas e cartazes os presentes levavam conscientização e sensibilização as ruas lembrando da importância de proteger as crianças e adolescentes como também de denunciar casos de abuso e exploração sexual.








O Abraço simbólico de todos demarcou a conscientização da população de Guamaré sobre a necessidade de proteger as crianças e adolescentes de todas as formas de violações de direitos,  principalmente do abuso e da exploração sexual.



Estiveram presentes na caminhada nesta manhã as escolas municipais, Bemvinda, Escola Francisca Freire e o Telecentro, Professores, Profissionais da Rede de Proteção, CRAS, CREAS, ALTA COMPLEXIDADE, CMDCA e Conselho Tutelar.



sexta-feira, 18 de maio de 2018

Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Ministério Público alerta para a gravidade do assunto.


Na tarde desta ultima quinta-feira (17/05), a Promotora Dra. Isabel Menezes concedeu uma entrevista na Rádio Maranata em Guamaré, como parte da Programação da 7ª Edição da Campanha 18 de Maio  – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, promovida pela Secretaria de Assistência  Social através do CREAS.
Acompanhando a Promotora estava a Secretária de Assistência Social, Marisa Rodrigues e Assistente Social Gizelda Vasconcelos do Ministério Público e a coordenadora do CREAS, Karina Brito.
A Promotora Dra. Isabel Menezes, enfatizou sobre a importância dos órgãos do Sistema de Garantia de Direitos para que a população diante de uma situação de violação de direitos possa realizar denúncias e acessar estes órgãos de garantia de direitos.
Alertou também a questão do estupro de vulnerável demarcando a idade dos jovens menores de 14 anos ao praticar o ato sexual classificado como exploração sexual, afirmando que ¨sociedade deve está atenta para denunciar esse tipo de crime¨.
Afirmou ainda que o Ministério Público tem a função de defender os direitos da criança e do Adolescente na esfera da proteção, por meio de campanhas educativas e na estruturação da rede socioassistencial para a prevenção e o acompanhamento adequado dos casos existentes, como também no âmbito da responsabilização, oferecendo denúncias criminais com o objetivo de punir os eventuais abusadores.
O ‘Disque 100’, é um eficiente mecanismos para a população denunciar¨, segundo Dra. Isabel Meneses, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes. O disque 100 funciona 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas por meio de discagem direta e gratuita.
A Assistente Social Gizelda Vasconcelos abordou diversos aspectos que leva a gravidade do abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, incluindo um dos mais graves que é a questão da pedofilia e que a família e os cuidadores devem ter mais atenção com seus filhos envolvidos com as redes sociais.
A secretária de Assistência Social, Marisa Rodrigues destacou que a atual administração municipal estruturou toda a base institucional na proteção das crianças e adolescentes em situação de risco, com conselho de Direito e conselho tutelar em pleno  funcionamento, a criação da Comissão de Enfrentamento contra o abuso e exploração sexual, inclusive com participação do Ministério Público, como também o serviço qualificado da equipe do CREAS que atende e acompanha todas as demandas vitimadas desse tipo de violência e abuso

terça-feira, 15 de maio de 2018

Guamaré Promove 7ª Edição da Campanha 18 de Maio

“Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.


Em sua 7ª edição a Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS realizará atividades voltadas a sensibilização, mobilização e discussão  acerca da violência sexual praticados contra  crianças e adolescentes tendo como parceiros a Secretaria Municipal de Educação, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, através da Comissão de Enfrentamento a Violência Sexual contra crianças e adolescentes e também do  Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Para marcar a ocasião, serão promovidas várias ações durante o mês de maio como forma de conscientizar a população guamareense acerca da temática e as diversas formas de denúncia . O objetivo é chamar a atenção da sociedade que, todos os dias, meninas e meninos sofrem violências, dentre elas o abuso e a exploração sexual, tais violências podem ser praticadas por estranhos, familiares ou conhecidos  a constante vigilância e a denúncia são alguns mecanismos de enfrentamento a estes crimes.

A importância do 18 de Maio, é que além da discussão, prevenção  a sociedade também desperte para denunciar casos de  violência sexual infanto-juvenil como forma de combater essa  triste realidade .

Portanto, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o Conselho Tutelar, Delegacias Especializadas, Polícias Militar, Federal ou Rodoviária e ligue para o Disque Denúncia Nacional (Disque  100).

Segue abaixo a programação com as atividades que serão realizadas durante o mês de Maio em alusão Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

PROGRAMAÇÃO:

16 DE MAIO – QUARTA FEIRA  
ATIVIDADE: MOBILIZAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO EM INSTITUIÇÕES PUBLICAS, COMERCIOS E NAS RUAS ACERCA DA TEMÁTICA ABORDADA.
LOCAL: Guamaré –  HORÁRIO:08:30hs as 11:00hs

16 DE MAIO – QUARTA  FEIRA   
ATIVIDADE:MOBILIZAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO EM INSTITUIÇÕES PUBLICAS, COMERCIOS E NAS RUAS ACERCA DA TEMÁTICA ABORDADA.
LOCAL: Baixa do Meio – HORÁRIO: 14:30hs as 16:30hs

17 DE MAIO – QUINTA  FEIRA
ATIVIDADE: RODA DE CONVERSA: VIOLENCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES: CONHECER PARA COMBATER.
LOCAL: Clube Municipal – HORÁRIO: 14:00hs as 16:00hs

17 DE MAIO – QUINTA  FEIRA
ATIVIDADE: MOMENTO NA RÁDIO: CONHECENDO PARA COMBATER O ABUSO E A EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES
EXPOSITORA: Dra. Isabel Menezes  – Promotora de Justiça de Macau
LOCAL: Rádio Maranata – Guamaré
HORÁRIO: 15:30hs
PÚBLICO: População em geral
Esta atividade visa informar através da mídia (Rádio), sobre a temática do Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, como também prestar esclarecimentos sobre os órgãos do Sistema de Garantia de Direitos para que a população diante de uma situação de violação de direitos possa realizar denuncias e acessar estes órgãos de garantia de direitos.
PARCERIA: CREAS – Proteção Especial, Comissão de enfrentamento e Ministério Público

18 DE MAIO– SEXTA  FEIRA
ATIVIDADE: CAMINHADA PÚBLICA ALUSIVA AO DIA 18 DE MAIO – APITAÇÃO CONTRA A VIOLÊNCIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES
LOCAL: Guamaré – Concentração em frente ao CRAS/GUAMARÉ, seguindo pela Rua. Monsenhor José Tibúrcio, finalizando com o Abraço simbólico na Praia Aratuá
HORÁRIO: 07:00hs

23 DE MAIO – QUARTA FEIRA
ATIVIDADE: RODA DE CONVERSA: VIOLENCIA SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES: CONHECER PARA COMBATER.
LOCAL: Quadra nova da Escola Maria Madalena
HORÁRIO: 08:00hs as 10:00hs

29 DE MAIO – TERÇA  FEIRA  
ATIVIDADE: 7º FORUM MUNICIPAL DO 18 DE MAIO
TEMA: A Intersetorialidade da Rede de Proteção no Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes.
LOCAL: Clube Municipal – HORÁRIO: 18:00h



terça-feira, 24 de abril de 2018

Guamaré na campanha pela Infância e Adolescência – FIA




Guamaré está entre os 30 municípios do Rio Grande do Norte habilitado para os contribuintes da Declaração do imposto de Renda destinar até 3% do valor pago ao Fundo da Infância e Adolescência- FIA.


O QUE É O FIA?
O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA de Guamaré/RN, vinculado a Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS tem entre suas competências a gestão do Fundo Municipal da Infância e Adolescência – FIA, aprovando seus planos de aplicação. Ele funciona como um suporte ao Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, e permite a arrecadação de recursos destinados ao desenvolvimento de programas e serviços de atendimento, promoção, proteção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes. Os recursos que compõe este Fundo provêm de doações feitas por pessoas físicas ou jurídicas, dedutíveis do Imposto de Renda.



COMO POSSO DOAR?
A doação acontece de maneira simples, fácil e segura:





Guamaré encerra o ciclo de Conferências Livres 2018



Guamaré realizou na noite do ultimo dia 19/04, a segunda e última Conferência Livre do município, no Clube Municipal Vicente de Brito Miranda. A conselheira Geovânia Marinho, representante da Secretaria Municipal de Educação no CMDCA, fez uma breve fala de abertura agradecendo a presença de todos, destacando aquele momento propício para debate e diferentes opiniões. Ela destacou também que o processo democrático das Conferências Livres culminaria na III Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, prevista para acontecer em novembro deste ano.



Em seguida, o coordenador da Comissão Organizadora, Caio Farias, apresentou os adolescentes do NUCA para exibição teatral que também aconteceu em Baixa do Meio, trazendo temas como maus tratos contra crianças e violência e discriminação contra adolescentes pela orientação sexual. Mais uma vez, o espetáculo escrito e dirigido pela professora Gabriela Barbosa, do Programa Acolher, manteve o público atento a temas espinhosos e pouco debatidos com os jovens. No encerramento da peça, o Mobilizador de Jovens do Selo UNICEF, Jean Carlos, que fez as vezes do adolescente Deivid Souza numa das apresentações, pediu a todos um minuto de silêncio pelo falecimento do avô de seu amigo, que não pôde estar presente.



Os grupos se envolveram nas discussões do tema conferencial: Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento à violência, coordenados pelas facilitadoras Renata Leão, Nádia Raphaela e Ana Catarina França. Finalizadas as discussões, os adolescentes se organizaram para apresentar as propostas levantadas, e depois foram até a frente do palco para concorrer a escolha de delegados da III Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Guamaré.






Eles expuseram seus motivos para representarem o segmento na Conferência, como combate ao racismo, muito presente nas escolas e ainda motivo de bullying, o enfrentamento à violência sexual e maus tratos contra crianças e adolescentes, e o respeito à diversidade sexual e religiosa. Todos foram muito bem articulados, mas 12 adolescentes foram eleitos, representantes de diferentes grupos, entidades e escolas de Guamaré.










O pequeno Mickael disse que achou muito boa a experiência, que aprendeu coisas novas e agora entende seus direitos quanto à Proteção Integral. O jovem Mário compartilhou da experiência do amigo, e disse que pôde falar sobre coisas que considera erradas e sem sentido, e que devem melhorar. Também entendeu que deve procurar o Conselho Tutelar para fazer denúncias, porque o papel deles é defender os direitos das crianças e adolescentes.

Mais uma vez esses momentos de diálogo com a sociedade, principalmente com os adolescentes, se mostraram ricos e cheio de ideias e propostas interessantes. Deu para perceber pela fala dos jovens que a consciência democrática já faz parte do seu dia-a-dia, o que mostra o resultado de uma gestão comprometida em formar cidadãos de excelência para atuar na sociedade. ¨Se depender de seus jovens, Guamaré terá um futuro brilhante à frente¨.