quinta-feira, 21 de julho de 2016

ASSISTÊNCIA SOCIAL E CAIXA ECONÔMICA FEDERAL REUNE BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA


A Prefeitura Municipal de Guamaré, Secretaria de Assistência Social, através do setor do Cadastro Único e Bolsa Família, realizaram no dia 20 de Julho de 2016, um dia de Palestra do Programa Bolsa Família e Caixa Econômica Federal, com famílias cadastradas no Cadúnico e Bolsa Família.


O evento aconteceu em dois momentos, Baixa do Meio ás 8h (pela manhã) na Quadra nova da Escola Municipal Maria Madalena e em Guamaré ás 14:30 na Quadra da Escola Municipal Francisca Freire.



Esta ação teve como objetivo Mobilizar as famílias do Programa Bolsa Família e CadÚnico, para conhecerem a diferença entre Cadastro Único e os Programas Complementares, as novidades relacionadas ao Bolsa Família para este ano em curso, e também  como funciona a dinâmica da CEF como o Banco responsável pelo pagamento do benefício.


Estiveram presentes neste encontro a Secretária de Assistência Social – Marisa Rodrigues da Silva, o Vereador Ednor, a Coordenadora do PBF e Cadúnico da Secretaria de Assistência Social – Jocilda Dantas, o Coordenador do Bolsa Família na Secretaria de Educação – Fábio Bezerril, a Coordenadora do Bolsa Família na Secretaria de Saúde  Luciana Lôpo o Gerente de Atendimento da Caixa em Guamaré – Sr. Rangel, a Assistente Social do PBF- Rochele, juntamente com os Cadastradores e operadoras másters do programa, e representação de famílias de todo o território de Guamaré, Cadastradas na base para os programas Federal, Estadual e Municipal.




A Secretária Marisa Rodrigues abriu o evento agradecendo a participação de todos os presentes, colocando da importância do mesmo junto aos beneficiários como também, a oportunidade de todos compreenderem a parceria do Programa Bolsa Família com a Caixa, ressaltando a preocupação às denúncias de famílias que penhoram o cartão nos comércios, alertando as mesmas de que o cartão não pode ser utilizado para essa finalidade, propondo a Caixa providências junto aos seus correspondentes bancário. A Secretária Marisa também solicitou a parceria da Caixa a respeito do repasse ao setor do Cadastro Único a relação das famílias que estão com os cartões na Caixa, visto que passando do prazo de noventa dias, estarão correndo o risco de perder o benefício. 






Logo em seguida a Coordenadora Jocilda, falou sobre a diferença do Cadastro Único e Bolsa Família, ressaltou sobre os programas complementares, oriundos deste cadastro e falou sobre as mudanças sensíveis para o ano de 2016. Explicou sobre o aumento da fiscalização dos beneficiários, para evitar a distribuição de benefícios irregulares e que 1.030 famílias de Guamaré vieram na lista da averiguação (famílias que omitiram informação quanto à renda, na hora da entrevista), frisou que é fundamental manter em dia as informações sobre renda, pois mudanças não informadas também podem levar ao bloqueio ou cancelamento do programa por isso precisa manter em dia os seus dados quanto à renda. 




E a importância das famílias: Controlarem a frequência escolar dos filhos, pois crianças que não vão à aula corre o risco de ter o benefício bloqueado; que é necessário manter em dia o endereço no cadastro, pois caso os cadastradores do Programa forem visitar a família e essa tiver se mudado, o benefício pode ser bloqueado; e é preciso manter em dia qualquer mudança no grupo social, como diminuição ou aumento do número de dependentes do programa social; e a mais nova informação; 


que a família que recebe o BPC terá que informar no Cadastro Único, pois se não estiver informada perderá permanentemente o benefício e, para finalizar a sua fala mostrou o reajuste do Bolsa Família que começou valer neste mês de julho a saber; Valores com aumento - Extrema Pobreza  85,00 – Pobreza 170,00 Básico        85,00 - Variáveis/ criança de 0 á 15 anos, Gestante e Nutris Obs. Até 05 crianças pode receber o benefício de 39,00  e o Variável/Jovem (de 16 á 17 anos) Obs. Só recebe até 02 adolescentes 46,00.


Com a palavra, O Gerente da Caixa - Sr. Rangel iniciou sua fala, agradecendo o convite expondo o papel da Caixa para os beneficiários do Programa Bolsa Família.  Falou que a CEF é o agente operacional do programa, e tem como objetivo facilitar o pagamento dos benefícios sociais, explicou sobre os cartões do Bolsa Família e apresentou uma nova modalidade com mais facilidade para o dia 


a dia que é Poupança Caixa Fácil que as famílias também poderia utilizar para o saque do benefício, mostrou a mais nova ferramenta para que as famílias acompanhem o pagamento e as informações do Bolsa Família na tela do celular, com praticidade e rapidez e nesse aplicativo dá direito ao Acesso ao calendário de pagamentos; onde o beneficiário obtém informações  da situação do benefício; Pode consultar as últimas parcelas disponibilizadas ou se preferir procurar a  agência da Caixa mais próxima. 



Dando continuidade a sua fala, o mesmo tirou a dúvida referente à: Como faço para saber se fui selecionado para receber o Bolsa Família? Ele explicou que o Ministério de Desenvolvimento Social envia uma carta para a residência comunicando que a família foi selecionada. Informou ainda que caso não tenha recebido, procure o setor responsável pelo Bolsa Família na Assistência Social ou no CRAS sendo possível consultar a situação através do Atendimento Caixa ao Cidadão no 0800.726.0207.​ Outra pergunta que respondeu foi, como fazer para cadastrar ou recadastrar a senha 


do Cartão Bolsa Família? E o mesmo respondeu que é preciso ligar para o Atendimento Caixa ao Cidadão no 0800.726.0207 e solicitar autorização para cadastramento da senha nas casas Lotéricas. E para quem foi contemplado e que não recebeu o cartão consultar através do aplicativo do Bolsa, 

Guamaré/centro


procurar o setor de Cadastro Único ou comparecer em qualquer agência da Caixa levando documento de identificação oficial e informe que deseja fazer o saque do Bolsa Família, mas avise que não está com o seu cartão, pois o gerente irá conduzi-lo para solicitar outro cartão, também orientou para que 


lessem sempre a mensagem no extrato para ficar sabendo as informações importantes sobre o recebimento do benefício. Para finalizar a sua fala explicou como as famílias podem sair do 





Programa - por não atualizarem as informações cadastrais; porque melhoraram de renda, não se adequando mais ao perfil para receber o benefício; pelo desligamento voluntário (36 meses depois do desligamento, poderá voltar a receber o benefício sem passar por um novo processo de seleção) e 



também pelo descumprimento dos compromissos nas áreas de educação, saúde e assistência social, também pode levar ao cancelamento do benefício.














Por fim agradeceu por aquele momento tão significante para ele, e prometeu ver a possibilidade de solucionar as diversas questões levantadas pelos presentes referentes ao Programa Bolsa Família e pediu a parceria junto à secretaria de Assistência Social, em contribuir para melhorar a gestão do Programa quanto a Caixa, fortalecendo a intersetoriaridade.





Participaram do evento em Baixa do Meio, 320 usuários do Cadastro Único e Bolsa Família e em Guamaré/Centro 480, obtendo um total de 807 participantes, representados por usuários de todo o território de Guamaré.











Nenhum comentário:

Postar um comentário