quarta-feira, 21 de junho de 2017

Guamaré implanta estratégia de segurança pública articulada com o Governo Federal.

Guamaré já pode se orgulhar de fazer parte de um seleto grupo de municípios brasileiros que conseguiram implantar o Núcleo de Justiça Comunitária, órgão ligado ao Ministério da Justiça. A aula inaugural do projeto aconteceu nesta quarta-feira, 24, no plenário da Câmara Municipal.
“O objetivo do Núcleo de Justiça Comunitária é atender as comunidades de Morro do Judas, Quilombo e Lagoa Seca, onde existe uma população estimada em 3 mil habitantes. Hoje iniciamos a capacitação de 35 agentes comunitários em mediação de conflitos, sendo esta a primeira etapa desse projeto”, explicou Francisco Gomes, Secretário Municipal de Segurança.
Para o prefeito Hélio Willamy, a iniciativa coordenada pela Secretaria de Segurança, Defesa Social e Patrimonial reflete o nível de comprometimento da gestão com a promoção dos direitos e a pacificação de conflitos nas comunidades. No Rio Grande do Norte, o projeto tem núcleos apenas em Canguaretama e na cidade de Mossoró e está em fase de implantação na capital.
Uma equipe multidisciplinar formada por um advogado, um assistente social, um psicólogo e um pedagogo atua diretamente na formação e orientação dos Agentes de Justiça Comunitária no município. Os agentes são jovens e adolescentes na faixa etária de 16 a 20 anos, alunos da Escola Estadual Monsenhor Joaquim Honório.


Nenhum comentário:

Postar um comentário