quinta-feira, 28 de abril de 2016

GUAMARÉ SEDIA ENCONTRO REGIONALIZADO DE JOVENS ADOLESCENTES PARA FORMAÇÃO SÓCIO-POLÍTICA


Nesta semana, (terça feira dia 27) Guamaré sediou o importante encontro regional, coordenado pelo  Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDECA Casa Renascer realizando a 3ª Etapa Regionalizada da Formação Sócio-política em Direitos Humanos com a participação do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes - NUCA em Guamaré/RN em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social-SEMAS e Núcleo de Desenvolvimento e participação dos Adolescentes-NUCA.

A terceira etapa da Formação sócio-política de Adolescentes e Jovens em Direitos Humanos abordou o tema Sexualidade e Violência Sexual: Fortalecendo a participação juvenil para a prevenção e enfrentamento a violência sexual, objetivando o fortalecimento da participação juvenil nos municípios, dialogando sobre sexualidade, direitos sexuais e reprodutivos e a violência sexual. A formação contou com a participação dos Adolescentes do NUCA e profissionais da SEMAS e de outros municípios do Rio Grande do Norte como: Lajes, Rio do Fogo e Sítio Novo.


A formação deu início com o café da manhã, organizado pelo CEDECA e a recepção dos participantes, bem como a presença da Secretária da Secretaria Municipal de Assistência Social – SEMAS Guamaré, a Sra. Marisa Rodrigues da Silva, a qual enfatizou a importância da qualificação dos jovens e adolescentes para com um tema complexo e necessário para fortalecer o debate e avançar nos desafios.


Logo após, foi apresentado à proposta do encontro bem como, a elaboração dos acordos de convivência para o andamento do mesmo, sendo estes, o respeito para com o outro durante a formação, o uso mínimo de aparelho celular durante o evento, jogar o lixo no lixo, para evitar a desorganização e manter o ambiente limpo. Em seguida, foi realizado uma dinâmica de autoconhecimento e reconhecimento do outro, visando todos se conhecerem e refletir sobre quem eu sou na localidade em que moro, ainda nesse primeiro momento, foi realizado uma roda de diálogo com a caixa preta, caixa esta, que servia para que os participantes fizessem perguntas acerca da Violência sexual. Dando seguimento, foi realizada a divisão dos grupos de trabalho com a elaboração de uma dinâmica acerca da construção do corpo humano. 

De acordo com a literatura: “Para compreender melhor questões relacionadas à sexualidadede é preciso saber que esta envolve várias dimensões da nossa vida, biológica, psicológica, social, cultural e histórica. E que desde criança nós vamos construindo nossa sexualidade, a partir de vivências afetivas, da relação que estabelecemos com nosso próprio corpo, das relações familiares, interpessoais, etc.” Desse modo, ressaltando o autoconhecimento, em paralelo, os adolescentes desenharam o que entendiam sobre o seu corpo e foram projetando no desenho que foi produzido pelos mesmos.

No segundo momento, após o almoço, houve uma dinâmica do concordo, discordo, tenho dúvida, em seguida o retorno dos grupos batendo um papo sobre violência sexual com foco na prevenção, onde foram discutidas questões acerca de como fazer uma denúncia em casos de violência sexual, quais serviços deverão acessar e o enfoque na importância de serem multiplicadores das dinâmicas e grupos de trabalho e informações que foram trabalhadas durante todo o decorrer da formação. 

Por fim, foi feito uma avaliação dos participantes sobre a temática e metodologia trabalhadas, na culminância houve um momento de partilha do lanche e o retorno dos mesmos aos seus municípios de origens.



Nenhum comentário:

Postar um comentário