sexta-feira, 20 de maio de 2016

SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, ATRAVÉS DO CENTRO DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL (CREAS) REALIZAM CAMINHADA E ABRAÇO SIMBÓLICO ALUSIVO AO DIA NACIONAL DE COMBATE A EXPLORAÇÃO SEXUAL DA CRIANÇA E ADOLESCENTE EM GUAMARÉ.

A Prefeitura Municipal de Guamaré, Secretaria de Assistência Social, Através do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), e em parcerias com, CRAS, Casa de Passagem, Conselho Tutelar, CMDCA, NUCA, SCFV e Secretaria Municipal de Educação e Cultura, promoveram durante toda a semana uma série de atos e manifestações públicas lembrando o Dia Nacional do Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio).


A escolha da data se refere a 18 de maio de 1973, quando Araceli Cabrera Sanches, uma menina de oito anos, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta em Vitória (ES) por membros de uma tradicional família capixaba.



Apesar de diversas pessoas terem testemunhado o crime, não houve denúncia e até hoje está impune. Há 13 anos, o dia 18 de Maio foi instituído, através da Lei Federal nº 9.970/00, como “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Criança e Adolescente”.



A caminhada teve como objetivo de estimular e encorajar as pessoas a denunciarem/revelarem situações de violência sexual, bem como criar possibilidades e incentivos para implantações e implementações de ações quanto a políticas públicas capazes de fazer o enfrentamento dessa violação.




A caminhada aconteceu ontem (19) de maio, ás 16h, em frente ao CRAS e percorreu a principal avenida da cidade, dando encerramento às atividades desta semana, salientando que o trabalho e a luta em defesa dos direitos da criança e do adolescente continua.



Durante todo o percurso da caminhada, o público presente levavam faixas e cartazes para simbolizar o protesto. O evento contou com o apoio do Conselho Tutelar, Guarda Municipal, Banda Filarmônica, e Ambulância com enfermeiro, além da equipe de distribuição de água para todos.




Por Samara Miranda – “Não só nessa data, mas sempre ouvimos campanhas de conscientização serem feitas em prol de uma infância e adolescência saudável, uma vez que, caso contrário, a pessoa será marcada por traumas psicológicos as quais serão levados para o resto da vida.






Devemos, portanto, combater e apagar essa mancha de violência praticada em crianças e adolescentes. Você pode estar perguntando: como? Alertando, acompanhando as crianças nas redes sociais, denunciando no Disque 100, fazendo valer as políticas públicas que foram criadas para acompanhar os casos. E se conhecermos vítimas desse assédio, devemos encaminhá-las para os órgãos que estão à frente desse trabalho. 






  
Equipe do CREAS em Guamaré
Dirija-se agora à Secretaria de Assistência  Social da cidade e procure saber como funcionam o CREAS, o CRAS e a Casa de Passagem (um previne e o outro trata). Não deixe para amanhã; pode ser tarde”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário