quinta-feira, 22 de junho de 2017

Programa Renda Cidadã beneficia cerca de 2.300 famílias que vivem abaixo da linha de pobreza em Guamaré.

“Tem ainda quem enxergue os milhões arrecadados da Prefeitura Municipal de Guamaré. Eis, aqui apenas um dos muitos exemplos que mostra onde o dinheiro do povo vai parar”.  


“O que antes não era possível, hoje é possível!” disse Adriana Rosendo.

A Prefeitura Municipal de Guamaré, através da Secretaria de Assistência Social, com o propósito de implementar as políticas públicas de apoio às famílias que vivem abaixo da linha de pobreza, beneficia mensalmente cerca de 2.300 família do município com o Programa Renda Cidadã.

Mensalmente essas famílias passam a receber um cartão para compras no comércio local com o valor de R$: 125,00, as famílias contempladas são regulamentadas por lei, o programa tem um impacto positivo no comércio local, com a injeção de quase R$: 300.000,00 (trezentos mil reais) por mensalmente. Ressaltando que a cada período de 12 meses verificará as condições e critérios para permanência da família no programa.

O Programa é um benefício eventual destinado às famílias e pessoas com renda de um salário mínimo ou renda per capita familiar inferior ou igual a ¼ (um quarto) do salário mínimo e/ou com impossibilidades de arcar por conta própria com o enfrentamento de contingências sociais que provoquem riscos e fragilize a manutenção da unidade familiar, a sobrevivência de seus membros ou a manutenção da pessoa, para isso, a família ou pessoa beneficiada deverá estar cadastrada no Programa Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal atualizado, e residir no município há pelo menos cinco anos (exceto nos casos de calamidade pública).

“O cartão Renda Cidadã veio em boa hora para muitas famílias aqui em Guamaré, incluindo a minha. O Valor me garante a certeza de uma vida mais digna com meus filhos, com alimentação e a possibilidade de poder adquirir artigos básicos no mercadinho, que fica próximo a minha casa, o que antes não era possível, hoje é possível!”, Disse a Dona casa Adriana Rosendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário